Maiara e Maraisa

Quem disse que seria fácil para Maiara e Maraísa? Elas cantam desde os cinco anos de idade, já moraram em várias cidades diferentes para tentar a carreira na música. Naturais de São José dos quatro Marcos/MT viviam pela casa cantando “Vamos construir” de Chitãozinho & Xororó e Sandy e Júnior. Com isso acabaram despertado a atenção dos pais.

Participaram de festivais e fanfarras em Araguaína/TO. Eram fãs de Leonardo, aos 11 anos, Maraísa começou a compor, aos 14 a letra de “Amar é mais” surpreendeu a irmã Maiara impressionada com o conteúdo” maduro. A passagem por Governador Valadares/MG foi muito importante, segundo elas foi o lugar onde mais aprenderam fizeram aulas de canto, violão, piano e se apresentavam em shoppings da cidade. Quando a família mudou para Belo Horizonte vieram as influências do pop e rock – “Como mudávamos muito de cidade íamos assimilando a cultura local” comenta Maiara.

Chegou o dia em que pais colocaram como opção de presente uma viagem para Disney ou gravarem um CD em São Paulo, não é difícil imaginar a resposta. Nesta época começaram a conhecer o preconceito de perto, era muito difícil receberem incentivos.

Chegavam comentários de que dupla feminina não teria a menor chance e, por sugestão do produtor, adotaram o nome de “Geminis” e cantavam pop, o ritmo que mandava no mercado. Guardaram o desejo de cantar música sertaneja, até porque só ouviam que seria impossível! Mas como o impossível sempre é possível; por sugestão de Theodoro da dupla com Sampaio assumiram-se como dupla sertaneja “Maiara e Maraísa” e gravaram “Peixe carimbado”.