Leandro Sapucahy


A música entrou na vida de Leandro Sapucahy muito cedo. Ainda criança, fazia os instrumentos virarem brinquedos e os brinquedos também se transformarem em instrumentos, tirando som de tudo. Quando adolescente, passou a apresentar-se profissionalmente, o que fez com que seu repertório aumentasse. O tempo passou e Leandro Sapucahy seguiu a carreira de músico e produtor de grandes cantores como Arlindo Cruz e Maria Rita.


Seu primeiro CD, ”Cotidiano”, foi lançado em 2006 e nele, contou com a participação de bambas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Marcelo D2. O disco reunia músicas que ele foi selecionando ao longo do tempo. Passados dois anos, Leandro Sapucahy lançou seu segundo trabalho, o “Favela Brasil”, que retratava o momento de caos vivido entre a favela e o asfalto na cidade do Rio de Janeiro. Em 2009, fez uma homenagem a Roberto Ribeiro, artista que aprendeu a admirar por influência de sua mãe, lançando um CD totalmente composto por músicas do artista, falecido em 1996.

Leandro Sapucahy acompanhou as mudanças ocorridas nas favelas e comunidades desde o lançamento de seu primeiro trabalho. E ele também mudou. Sem se afastar de suas características, o seu mais recente CD “Leandro Sapucahy – Malandro também ama”, mostra um artista mais maduro e mais romântico, revelando através das letras e melodias, o jeito carioca malandro de amar.

Após a produção de seu segundo DVD o Favela Brasil 2, Leandro acaba de lançar seu mais novo projeto, Eu amo a Vida!