Buchecha

Claucirlei Jovêncio de Souza ,mais conhecido como Buchecha, é hoje umas das referências em termos de funk melody. O artista , que juntamente com seu inesquecivel parceiro Claudinho, foi um dos representantes mais bem-sucedidos de um movimento social que mobilizou diversos subúrbios cariocas nos finais de semana. Lamentavelmente a dupla não conseguiu seguir juntos o estrelato, já que em 2002 Claudinho foi vítima de um acidente de carro, deixando toda a massa funkeira orfã. Mesmo abalado e com apoio de amigos , de seus milhares e de fãs espalhados pelo país a fora, Buchecha teve forças suficiente para superar essa perda e seguir em frente a fim de levantar a bandeira de sua música, que continua marcando gerações.

Antes de despontarem para a fama, Claudinho e Buchecha trabalharam como ajudantes de obra e office – boys. Mas a música sempre foi o sonho desses dois jovens. Foi assim desde que os dois ganharam um festival de música, em 1993, com o rap “Bandeira Branca”. Dois anos depois, Rap do Salgueiro deu mais um prêmio a dupla e, com a execução maçiça nas rádios, um público maior começou a se interessar pelo trabalho dos dois. Outros hits vieram (Carrossel de Emoções, Barco da Paz, Nosso Sonho) até a estréia em disco, que, produzido pelo “midas” Memê Mansur, trazia uma versão de Tempos Modernos, de Lulu Santos, e Conquista, que projetou a dupla nacionalmente.