Ana Vilela


Paranaense, a cantora já tem contato com a música desde seus doze anos de idade, onde já tocava violão e cantava. Além do violão, Ana também domina percussão, onde ela era professora para crianças em um projeto social na cidade de Londrina. Antes do sucesso Trem Bala ganhar o Brasil a fora, Ana Vilela prestou vestibular para cursar Letras, e disse em entrevista que desistiu da segunda fase para se apresentar em um de seus primeiros shows da carreira. A cantora não esperava que a canção de sua autoria fosse ter uma repercussão tão grande, postada em seu canal oficial do YouTube em outubro de 2016, a canção veio a se tornar hit cibernético no mês seguinte, em novembro, por conta da tragédia ocorrida com o time da Chapecoense, no Voo LaMia 2933.

Em 2017, Ana viu sua vida mudar completamente por conta do sucesso de sua canção que teve covers de personalidades como Padre Fábio de Melo, Gisele Bündchen, além das outras 11 versões da canção produzidas internet a fora com remixes, e além do dueto com o seu ídolo e influenciador, Luan Santana. No mesmo ano, Ana assinou contrato com o selo SLAP (Som Livre Apresenta), da gravadora Som Livre, que relançou o hit ‘Trem Bala’ com videoclipe oficial, e seu primeiro EP Está Escrito que antecede seu primeiro álbum de inéditas que deve ainda ser lançado em 2017.